segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Esse meu ascendente em peixes quebra as pernas

Eu nunca fui de dar muita bola pra signo até fazer meu mapa astral e me deparar com meu ascendente em peixes. Ainda que meu entendimento seja superficial, o traduziria como um "muito quer nada faz", ou "tudo imagina, pouco age". Talvez seja a desculpa perfeita da alma procrastinadora, mas às vezes pra mim parece tão inviável realizar certos planos.

Eu queria muito fazer um podcast por exemplo, sobre a cidade, sobre os sons, sobre meus amores platônicos. Não o faço, só o penso. Eu queria escrever ou desenhar todo dia, mas falta a disciplina que culpo no ascendente, a timidez criativa que eu culpo em outro planeta que não lembro o nome.

E eu sinto tanta falta de escrever, principalmente ficção. Esse ano foi um dos anos que menos produzi criativamente e nunca me senti mais triste.

Um comentário:

May disse...

Meu signo é peixes e eu culpo toda a minha romantização e sensibilidade excessiva por isso... Acho que normal procurar subterfúgios. A gente tá sempre em busca de uma explicação pra tudo né, seja pra justificar comportamentos ou escolhas... É do ser humano.
Quanto a não produzir (mas pensar muito): uma hora sai. Eu tenho 4 blogs, começo, empolgo, às vezes volto... É difícil manter coisas e se comprometer. Não vou te dizer pra não ficar triste por isso (acho uó querer mandar nos sentimentos alheios), mas saiba que: I feel you. Eu queria muito ouvir um podcast seu, sobre qualquer assunto. Depois de anos nos relacionando por blog, twitter, tumblr e facebook, só ano passado eu descobri que seu nome era MauanY e não MauÂny, como eu sempre falava (e só descobri pelo soundcloud!)