domingo, 17 de fevereiro de 2013

I survived

Hoje faz uma semana do dia que fui a casa dele pela última vez. E a saudade já foi tanta que parece um ano. Mas nesse dia ele soltou minha mão para atender um daqueles telefonenas.
Esse nem é o problema.
O problema é que ele não deveria segurar minha mão se sabe que vai soltar.

dezembro de 2012