quinta-feira, 15 de julho de 2010

Tanto quanto o que não fiz

Bem, eu tinha um post pra fazer. Juro que tinha. Trabalhei nele algumas madrugadas insones, que não têm sido raras nessas férias. Ia "compensar" esse quase um mês sem postar. Mas olhando pra ele hoje percebi que ainda não estava pronto, meio perdido. Ultimamente tenho dificuldade pra concatenar as idéias, não sei explicar ao certo. ré.
Estamos em Julho. Mês de férias, das minhas tão almejadas férias. Eu as quis tanto que quando chegaram não soube ao certo o que fazer. Não vi os filmes que queria ver, comecei a ler os livros pendentes agora. Deixei muito tempo correr me balançando numa rede na sala assistindo TV. Isso me lembrou um tempo aí que eu disperçava como quem lava a calçada com uma mangueira esguichando água pensando que ela não se esgotará nunca. Apesar que ficar a toa foi bom , me fez refletir sobre muitos aspectos. Blá. Percebi também que não consegui trabalhar em nenhuma das minhas estranhas metas. Mas o ano ainda não acabou, ainda há esperanças pro tal do segundo semestre.

Juro que volto em breve.

5 comentários:

Dona do tal silêncio! disse...

A culpa é do sistema =p
Tmbm ando procurando fazer acordos com os meus planos...até os antigos!
Enquanto há vida, há esperança! =D

Morgana G disse...

Sorte que você consegue refletir vendo tv (?) Eu não tenho feito nem isso.

May Viana disse...

E o nosso porre? será que sai esse ano ainda?

-=| Ana Paula |=- disse...

É isso ae, guria...

Mas deixa de te preocupar com os posts, escreve o que vier na cabeça, é mais legal, natural...

E as férias!

Hora de repensar em tudo o que foi feito e será feito... pra mim é como uma outra versão do Ano Novo, mais curta, e bem no meio... intervalo rápido.

Beijos!

"Liss" Six disse...

Nunca tinha passado por aqui!
Infelizmnete é assim mesmo, a não ser q vc mude, o geito é viver como as coisas estão.
Melhoras pra tua inspiração!