terça-feira, 6 de abril de 2010

Meu blogue Imaginário está bombando.

Caramba, quando eu tava procurando um nome pra esse Blog não poderia ter achado um nome mais apropriado. Eu só imagino as coisas e nunca posto. Tinha separado uma imagem "só o mii" pra postar na Páscoa e esqueci.. A páscoa passou e nunca mais fará sentido. Apesar que minha tia disse que a páscoa se estende por 40 dias que vão até não sei quando. Mas a hipocrisia comemoração em si foi só até domingo e finish. Mas eu vou aproveitar que são bem tarde da noite e minha mãe ficaria puta chateada em me ver acordada {esse clima de peringon me anima a postar coisas}pra postar uns retalhos que eu lembro agora.


Estou ficando old.
Tem um tempinho, por assim dizer, que eu passei dos 15. Eu achava esse drama de "passei dos 15" bem meia idade. Mas é verdade, você chega nos 16 (apesar de todo o charme dos 16) vem a dor nas costas, a falta de memória e coisas pós-15. Mas quando se está quase com 17 é que ataca o espírito "AAHHH TO VELHAAAA"
Outro dia eu estava feliz indo de ônibus pra escola quando uma garota loira, de argolas e maquiada sentou-se ao meu lado. Eu tenho um certo preconceito com garotas loiras, de argola e maquiadas. Mas eu senti uma vontade imensa de falar com ela quando vi que ela fazia um preparatório pra entrar no IFCE. O que quer dizer que além de loira, de argolas e maquiada ela devia ter 13 ou 14 anos. Enfim, vesti a máscara social e puxei assunto. blablablá o meu curso é o melhor blablablá todo mundo queria ter feito edificações blablablá.Minha parada chegou e eu me despedi da minha amiguinha e nem perguntei o nome dela. Caminhei feliz lembrando de como é divertido falar com estranhos no ônibus e talz.
Como nós pegamos o mesmo ônibus era provável que nos escontrassemos de novo qualquer dia. E foi o que aconteceu. Foi meio estranho, não é todo dia que eu levo a máscara social na bolsa. Mas ela sentou-se do meu lado e eu dei um oizinho educado. Ela falou "oi mulher" e eu ri simpática. A menina toda legal inventou uns assuntos e fomos conversando até a reitoria. Nem foi tão difícil. Mas a diaba tinha que dizer "Quantos anos tu tem?" Eu nunca me senti tão velha em toda minha imensa vida '-' Eu beirando os 17 respondi "16". Sim, eu vou ser dessas que vai mentir a idade quando estiver velha. E sim, a velhice chega junto com os 25. 
Todo esse drama na verdade é porque eu tenho inveja dessas pessoas sub-15 que já estão pelo mundo sendo felizes. Eu achava um máximo ter 13 e virar a noite fora na balada. E da inexperiência pra pegar ônibus e das 'pseudo-aventuras' que eu me metia. E eu estava lendo o blog de um carinha aí que deixou de ser sub-15 dia desses que é muito phodinha. E me senti culpada por ele ser tão legal. Ele não pode ser legal se ele nasceu depois de 1993. É quase como se eu sentisse a minha "geração" ser destronada do posto de mais cool.
A verdade é que eu já não ouço "nossa, como ela cresceu". Agora eu digo "nossa, como ela cresceu e como eu tou velha".


PS: Meu curso é informática. E é o melhor .-.

Oi! Tudo Bom? Novidades?

Sim, eu tuitei sobre isso. Mas eu ainda não superei toda a raiva das pessoas do meu msn que chegam dizendo isso. Em um milhão de anos de msn eu colecionei o número de 180 contatos. Não deve ser muito, e qualquer um deve ter bem 5476430 contados dos quais 1298 estão on line todo tempo. Eu nem me importo porque na verdade você não deve falar nem com 10% e até melhor que não fale se não tem assunto.
Isso de "Tudo Bom" é algo que me incomodou a vida inteira. É que nem quando minha mãe passa pelo homem da bodega da esquina e diz "Oba, Seu Iel!" e o homem devolve "Oba!". Mas pelo menos num é "tudo bom". Eu sei que tudo é uma mera convenção social. Afinal quando você passar com uma velocidade de 2 m/s por outro cidadão numa calçada com outros transeuntes e você diz "tdb?" na verdade você está dizendo "olha só, nós nos conhecemos mais ou menos de vista, nem temos assunto, eu nem tenho tempo pra te ouvir mesmo que tivéssemos e eu quero só manter o contato pra caso um dia eu precise falar algo sério com você" de maneira abreviada. E o outro responde "tudo" no modo automático que traduzindo quer dizer "aham, eu entendo. Vou te responder pra manter esse contato pra futuras necessidades". E dependendo da pessoa ainda sai falando mal um do outro.
Mas voltando ao msn... Eu detesto quem chega dizendo: Tudo bom? Sinceramente, existe esse estado de espírito chamado "tudo bom"? Eu sou pessimista e não o conheço. Sempre haverá uma coisa má ocorrendo pra impedir que o tudo esteja bom. Pergunte: "E como que estão as coisas?", "Méquitá?", "E a vida?" ou talvez arrume uma coisa mais legal pra dizer. Talvez: Haw, eu nem tenho nada pra falar, mas queria te dar um oi. Ou algo legal, sei lá. 
E o "novidades?". Essa daí é perdoável se a pessoa te conhece ou quer saber de um assunto "x". Mas vem uma criatura que você nem sabe como chegou na lista de contatos, que provavelmente só tem você online, pra perguntar "novidades?". :@ Eu detesto isso, sério.
Se alguém leu isso provavelmente tem um milhão de argumentos pra defender o ato de dizer "tudo bom" ou não. Deixe sua opinião, pls mas se não quiser não tem problema. Eu ainda não pensei bem sobre isso. Só estou revoltada mesmo.








Sessão Guarda-Chuva


                                            


              


xxx


5 comentários:

Levi Moreira disse...

Sabe o que é engraçado??? Que essa história da garota simpática, quando eu perguntei, vc e a Gana disceram "Piada interna". ¬¬'. Tudo bom?. auhsuahsuhaushua. Parei.

Morgana disse...

Primeiro, me senti absurdamente velha! UASUHUHAJISHU Mas não quero falar sobre isso. Eu ri muito nesse post, brother.

"E eu estava lendo o blog de um carinha aí que deixou de ser sub-15 dia desses que é muito phodinha. E me senti culpada por ele ser tão legal. Ele não pode ser legal se ele nasceu depois de 1993. É quase como se eu sentisse a minha "geração" ser destronada do posto de mais cool."

E a gente tava mesmo conversando sobre isso um dia desses, de qualquer modo, vou registrar algo aqui Q Tipo, ninguém quer saber realmente se você tá bem. Se um amigo, tipo você me perguntasse se tudo tava bem, talvez fosse porque eu havia ligado tendo ataque de pelanca na noite anterior, mas tudo bem, vamos sobreviver. E todos aos 'TUDOBOM?' vão a merda, NÃONÃOESTÁ. q

uhu :*

Robério Marques disse...

kkkkk, você está se tornando uma "Sheldon". Pára de assistir TBBT. Não, Bazinga, pare não.. Tudo bom né? \o'
Aiai, amei o post. Você custa, mas quando coloca esses "retalhos" é realmente massa saber que não ficam apenas na tua imaginação tudo o que se passa contigo, afinal, você nem é loira, nem usa maquiagem e nem tem mais 14 anos né Gabi? Adoro você!.

- Tucca ; disse...

Pensando sobre os nossos anos de amizade passadas, hj em dia a gente nem fala assim, vai direto ao assunto e pá! Isso é tão gratificante *-*

-=| Ana Paula |=- disse...

AAAAAAH TO VELHA!!!

Pior é que eu to beirando os 18, cáspita!

Verdade, verdade. Mas fica fria... o que vier será lucro (ou não, agora que estamos perto da idade adequada para fazer empréstimos e se endividar até ir para a cadeia).

Ah, deixa de pensar que ir na balada com 13 anos é legal. Eu acho super "bestinha", falta cacique pra essas gurias de hoje.

Aos 13 anos eu passava o dia inteiro na frente da TV, vendo TOM E JERRY e achava a coisa mais incrível do universo. ^^