quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

"Basta-me um pequeno gesto, feito de longe e de leve ....

...Para que venhas comigo.  E eu pra sempre te leve..."
Outro dia eu estava pensando nos seres anônimos dos meus sonhos. Pessoas que eu "nunca vi". Mas certa vez li em algum lugar, que só o meu subconsciente sabe, que o cérebro não é capaz de criar um rosto, ele usa imagens que ficaram armazenadas em algum lugar da memória que nós não temos acesso enquanto conscientes, ou algo assim.
Existem tantas pessoas que chamaram minha atenção pelas razões mais despropositadas. O homem na janela do outro ônibus, o garoto da rua vazia, a menina de cabelo esvoaçante, as bochechas, a cor do batom da mulher negra de olhos tristes. Cada pequena ou grande coisa que eu não sei. Que simplesmente ficou ali e que estará lá por um tempo que eu não determino, participando dos meus sonhos desvairados. E até mesmo os cachorros, os periquitos, o tigre que eu devo ter visto na tv.
De repente me pareceu engraçado que eu também frequento o sonho dos outros, até mesmo do Drew, tão longe daqui e que nunca me viu pessoalmente. Mais engraçado ainda é imaginar algum estranho dizendo:

 Fulano: Caramba, essa noite tive um sonho estranho.
Sicrano: Sério? Como foi?
Fulano: Não lembro direito, mas tinha uma menina que eu nunca vi na vida pulando numa cama elástica enquanto cantava uma música que eu nem sei cantar toda, mas ela cantou no sonho.
Sicrano: E tu não sabes quem é a menina?
Fulano: Não tenho noção!


 E eu talvez fosse a menina cantante que pulava. Num é legal?

Sei lá se é.



Até mais.

3 comentários:

- Tucca ; disse...

Ai que coisa mais confusa gente !
me amarro nos posts da Mauany *-*

May Viana disse...

Ai ai, os sonhos...
Tenho alguns muito divertidos com pessoas q eu sei bem quem são huhauhau
Mas isso q tu escreveu me deixou pensativa. Agora eu quero saber quem sao as pessoas misteriosas dos meus sonhos.

Morgana Gomes disse...

Puts, o Drew! HUAIJSHU

Eu já te falei do meu orgulho por ter amigos inteligentes, não é? HAHA, quando eu crescer, vou ser que nem você. (?)
Muito bom, Mauany, muito TUDO a ver.